16.8.13

O Sul Em Cima 20




O SUL EM CIMA dessa semana mostra o trabalho de um jovem artista chamado GUILHERME CURI.

Dançando entre a ambição e a ironia, Guilherme Curi quer "descobrir de novo o mundo que ninguém mais vê".
Aos 32 anos, o compositor gaúcho que hoje vive no Rio de Janeiro lança seu primeiro trabalho solo com canções compostas ao longo de sua jornada que começa em sua terra natal, Rio Grande/RS, e vai até Dublin Irlanda, cidade onde o artista residiu por seis anos. O porto que conecta as duas cidades com o resto do planeta é o mote central do disco intitulado Samba Colours.

Ao longo dos anos, Guilherme já estudou música e sociologia, hoje faz doutorado em comunicação, tocou em festivais pela Europa, teve música gravada por um dos artistas expoentes da cena gaúcha da atualidade, Marcelo Fruet (é dele a bela canção Song For Tom), e agora, de volta ao Brasil, coloca a cara para bater com seu álbum de estréia, reunindo nove faixas autorais que misturam letras em inglês e português. Melodias que vão desde o rockabilly e folk, passando pelo reggae, bossa nova e jazz até o ijexá com milonga na faixa Mata Virgem ou na elotroacústica Ser Teu Humano. São as cores da música que nasce na África, navega pelos oceanos e desembarca ao cais do mundo ao som da voz e do violão desse novo artista acompanhado de uma banda pra lá de competente e criativa.
O instrumental parte do clássico quarteto de violão (Curi), piano (Fernando Leitzke), baixo (Leonardo Leôpa/Guilherme Ceron) e bateria (Eduardo Escalier), acrescido aqui e ali de uma flauta, um trompete, um violoncelo.
"O grande conceito do disco é a música que vem do mar, do cais portuário" diz Curi. Também podemos entender esse conceito como uma música do mundo. E, de fato, apesar do samba do título e de três faixas de ritmo mais identificadamente brasileiro, a sonoridade é internacional, com letras que misturam português e inglês. (Juarez Fonseca).
O disco foi gravado e mixado no A Vapor Estúdio, Pelotas/RS, Brasil, por Lauro Maia, Luciano Mello e Rodrigo Esmute, entre os meses da Janeiro e Junho de 2012, exceto "Ser Teu Humano", produzida e mixada por Luciano Mello, "Mata Virgem", gravada por Rodrigo Delacroix no Ministereo Estúdio, Rio de Janeiro/RJ, Brasil, no mês de julho de 2012 e "Fallen Wings" também gravado por Mick Fahy, Dublin, Irlanda.
Masterizado por Marcos Abreu - Porto Alegre/RS.

Vamos ouvir esse interessante trabalho do talentoso GUILHERME CURI.
Divirtam-se e comentem!!!!


Ouçam Aqui - Programa 20


Programa 20/2013 - Guilherme Curi  - Parte 1


Programa 20/2013 - Guilherme Curi - Parte 2



http://www.facebook.com/pages/Guilherme-Curi/318167351616516?fref=ts
https://soundcloud.com/guilhermecuri
http://guilhermecuri.wordpress.com/


3 comentários:

  1. Legal Guilherme!!! Tenho o disco e curto muito!! Parabéns

    ResponderExcluir
  2. Guiga, aqui escrevendo para minha tese e ouvindo o programa, muito bom.

    ResponderExcluir